O que você sabe sobre pensamento visual e facilitação gráfica?


Queremos compartilhar o que sabemos com você! Publicaremos uma série de textos sobre pensamento visual, facilitação gráfica e registro. Desejamos uma boas leituras e convidamos também a participar dos nossos cursos. Faça contato em: contato@artedaconversa.com.br



O registro visual (graphic recording) e a facilitação gráfica (graphic facilitation) mesclam a escrita e a linguagem visual para ajudar as pessoas a compreenderem informações e assimilarem seus significados. Envolvem a síntese e a organização espacial de conteúdos de fala em grandes painéis de papel, criados ao mesmo tempo em que um grupo dialoga, ou um palestrante compartilha seus saberes. Assim, essas técnicas facilitam a compreensão de um determinado tema ou problema e possibilitam que os participantes cheguem a consensos ou soluções. Além disso, oferecem um “mapa da conversa”, isto é, um caminho para recordar falas, momentos e compromissos, apoiando, por exemplo, que o grupo a avance em uma sequência de reuniões.


A facilitação gráfica utiliza nossa habilidade inata de ver – tanto com os olhos quanto com a imaginação – para descobrir ideias que de outra forma seriam invisíveis e imateriais. Além disso, permite desenvolvê-las rápida e intuitivamente. Por isso, David Sibbet, um dos principais idealizadores da técnica, esclarece que a facilitação gráfica “usa imaginação e metáfora como forma de extrair e retratar a profunda reflexão sobre os padrões de organização e processo de grupo, ajudando as pessoas a, literalmente, ver o que elas querem dizer. O uso criativo das imagens catalisa a intuição das pessoas e tem valor para tudo, desde a visão pessoal até mudanças de sistema.“

Uma vez que as imagens tornam visíveis conceitos complexos e simplificam a sua compreensão, são úteis para claricar e resolver problemas de variados domínios: gerenciais, políticos, técnicos, organizacionais, conflitos de agenda e até desafios pessoais. Uma imagem oferece uma forma de ver os problemas não como uma variedade de coisas que dão errado, mas como um pequeno conjunto de desafios interconectados, cada um podendo ser visualizado, mais claramente, se separado dos demais.


A linguagem constitui tanto uma causa quanto uma consequência dos nossos pensamentos. Ao reetir sobre isso, acreditamos que a facilitação gráca oferece uma nova forma de compreender, refletir, registrar e comunicar, instiga uma mudança no modo como interpretamos o mundo, gerando novas possibilidades de posicionamento e ação. Conheça mais sobre a técnica, aprenda a utilizá-la em seu trabalho, aprendizagem e cotidiano. Gostou do texto e se interessa em saber mais sobre facilitação gráfica, registro e pensamento visual? Então, saiba mais e inscreva-se em nossos cursos:

contato@artedaconversa.com.br


#facilitação #pensamentovisual #visualthinking #facilitaçãográfica #registrovisual #carolramalhetegmailcom #carolinaramalhete #kairos #artedaconversa #cursofacilitacao #cursofacilitaçãográfica