• Instagram - Black Circle
  • facebook-square
  • LinkedIn - Black Circle
logo kairos quadrada.png

© 2019 Carolina Ramalhete ME | kairos arte da conversa

Brincar é coisa muito séria!



Lápis, caderno, chiclete, pião.

Sol, bicicleta, skate, calção.

Esconderijo, avião, correria, tambor.

Gritaria, jardim, alegria, confusão!

Um jardim repleto de famílias e crianças de todas as idades alegrou a tarde de domingo, 02, em Brasília. E nós fomo lá para desenhar e conversar sobre os direitos das crianças. Afinal, quem melhor para alimentar a criatividade e provar que "criança é prioridade absoluta" do que essa turminha?

Nossa Oficina de Facilitação Gráfica e Direitos da Criança compôs a programação do evento Jardins da Infância, promovido pelo Instituto Alana, na área externa CCBB Brasília. Participaram aproximadamente 40 crianças, de um a 12 anos, as menores sempre acompanhadas de seus pais. Nos momentos de pico havia 12 crianças juntas ao redor do painel colorido, brincando, interagindo, desenhando. Foram produzidos, ao todo, quatro painéis nos quais a meninada pode contar quais são os direitos da criança mais significativos para ela. Vale à pena conhecê-los pelas fotos da roda. A oficina aconteceu das 15:30 às 18:20, quando a luz do dia já estava fraca e o vento frio fez com que os pais levassem as crianças para casa. Afinal, apesar da explosão de cores deste domingo, ainda é inverno e seca em Brasília :)


A facilitação gráfica

Como explicar uma nova ideia ou um novo conceito, engajando parceiros, colaboradores, alunos e seguidores? Como alinhar as pessoas em torno de uma visão de futuro, gerando comprometimento para colocar essa ideia em prática? Com facilitação gráfica!

A facilitação gráfica como processo interativo e estimulador de conversas já é muito conhecida em países do exterior (Alemanha, Estados Unidos,Canadá, entre outros), mas ainda pouco utilizada no Brasil. Por meio de desenhos e contação de história, perguntas orientadoras sobre os direitos das crianças definiram o rumo da prosa, ou melhor, o rumo da narrativa visual. Cada um ao seu modo, todos ali queriam contar algo sobre sua rotina, seus valores e direitos, tornando os painéis bastante coloridos e diversos.

Narrativas ilustradas

Em um mundo cujo fluxo de informações é imenso, todos nós deveríamos desenvolver habilidades com as ferramentas e técnicas de comunicação visual. Todas duas formas, a visual e a verbal, são resgates daquilo que nos estruturam como humanos. A habilidade de contar histórias, somada às representações visuais, fortalece os vínculos entre os participantes e torna a mensagem mais atraente e memorável para aqueles que queremos impactar. A habilidade da narrativa visual consiste em sintetizar e esclarecer conceitos ambíguos e complexos de uma forma simples e clara. Desse modo, a síntese visual permite que as pessoas entendam melhor e tomem de decisões com mais clareza.

#alana #facilitaçãográfica #evento #direitosdascrianças #jardinsdainfância #graphicrecording #visualfacilitation